Com contrato até 2021, Faustão vive boa fase no Ibope

Com contrato até 2021, Faustão vive boa fase no Ibope

faustao1

No ar ininterruptamente há quase 28 anos, o Domingão do Faustão registrou, de janeiro a outubro, a ótima média de 17 pontos de audiência.

No mês passado, uma edição marcou 21 pontos, recorde do ano. Nas últimas semanas, a reta final do Dança dos Famosos fez a atração encostar nos índices do Fantástico.

Fausto Silva, 66 anos, mantém o status de intocável na Globo. Tem contrato até 2021 e seus ganhos mensais chegam a 6 milhões, devido à participação nas ações de merchandising e campanhas publicitárias vinculadas ao programa.

Ele é, entre todos os medalhões do canal, o que possui mais poder de decisão sobre o que vai ao ar e em relação aos acordos comerciais. Faustão negocia diretamente com os donos e presidentes de grandes empresas.

Em São Paulo, pode ser visto frequentemente em restaurantes badalados dos Jardins e da Rua Amauri, no Itaim, onde fecha contratos milionários entre pratos assinados por chefs estrelados e taças de vinhos caros.

Amado e detestado, Fausto já foi bastante criticado por não mudar o estilo despudorado e a verborragia. Mas talvez seja essa fidelidade a ele mesmo que o mantenha há tanto tempo no ar. É autêntico, goste-se ou não.

O apresentador não liga para os modismos da linguagem televisiva nem se rendeu ao politicamente correto, ainda que às vezes exagere no tom diplomático e na bajulação ao entrevistar estrelas da Globo – e crie polêmicas negativas ao opinar sobre temas relevantes.

A TV vive de audiência e faturamento. Enquanto continuar a entregar preciosos pontos no Ibope e milhões em publicidade, Faustão terá vida longa aos domingos.

terra

13/11/2016

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *