Gagliasso presta queixa por comentários racistas à filha

Acompanhado da mulher, Giovanna Ewbank, o ator foi à delegacia especializada em crimes na internet

1793465-bruno-gagliasso-presta-queixa-por-coment-650x488-1

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank decidiram procurar a Justiça após a filha, Títi, ser vítima de comentários racistas na web. A menina, sempre clicada em looks cheios de estilo na companhia dos atores, foi criticada em postagens no Instagram da ex-repórter do Vídeo Show que sugeriam que o casal não deveria ter adotado uma criança africana.

Diante das ofensas na web, os dois atores – que têm planos de aumentar a família em breve – foram à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, na Cidade da Polícia, zona norte do Rio de Janeiro. As informações são do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo . Vale lembrar que, em maio deste ano, Ludmilla compareceu para denunciar o mesmo tipo de crime cibernético.

Tití acompanha a mãe no salão: ‘Adora ficar no espelho’

Em papo com o Purepeople durante o lançamento de seu novo empreendimento, o Espaço Gioh, na Barra da Tijuca, Giovanna Ewbank contou que a menina de 3 anos sempre a acompanha nas visitas ao local. “Títi tem vindo ao salão todos os dias comigo. Ela está amando este espaço. Adora ficar se admirando no espelho. Ela é muito vaidosa!”, destacou sobre a herdeira, cuja paixão pela Galinha Pintadinha foi declarada pelo pai.

terra

13/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *